Sepulcro Juiz de Fora - MG/Brasil


A história do Sepulcro confunde-se com a o underground de Juiz de Fora, pois neste ano de 2008 a banda completa seus 18 anos interruptos de existência, mantendo acesas as chamas do underground. Banda de Juiz de Fora - MG, formada em Abril de 1990, com o propósito de fazer um som pesado, original e mórbido. Em 1992 lança sua primeira demo entitulada "Paradise of Spirits", contendo 3 sons, gravada em Niterói (RJ). Conseguiu excelente aceitação, com várias críticas positivas no cenário dentre zines, revistas e tocada em várias rádios. A banda participou e participa desde então de vários eventos e festivais, tendo dividido palco com grandes nomes do cenário. Em 2001, faz parte da Coletânea da Demise Records, "The Winds of A New Millenium act III com a música “ Master of Cruelty” e 2002 entra em estúdio novamente e grava a Demo Funeral, no estúdio Nave em Juiz de Fora. Em 1990, quando foi idealizada, a banda contava com Márcio (Bateria), Gerisson (Guitarra), Wesley (Baixo/Vocal), Marcelo (Guitarra), em seguida Walter (Guitarra). Em meados de 1990 com a saída de Walter entra Rodnei (Guitarra) que fica na banda até início de 1991 quando sua formação é completada por Marcelo (Guitarra), Sérgio (Vocal) e Alan (Bateria). Assim, em 1992 parte para Niterói (RJ) para a gravação da Demo-Tape (Paradise of Spirits) contendo 3 Sons “Intro/Morbid Face” , “ Sadistic Death” e “ Epidemic Vírus”, gravada em 8 canais, com uma qualidade muito boa para época. A maior dificuldade da banda, além da financeira, foi estabilizar uma formação. Em 1993 com a saída do Wesley (Baixo), assume Sheila, que não ficou por muito tempo, daí Marcelo passa da guitarra para o baixo, fazendo uma série de shows em várias cidades. Logo em seguida Allan deixa a banda, sendo substituído por Paulo Marx (Bateria). Em 1995 para dar mais força a banda, entra Mauro Sérgio no Baixo. Com esta formação, Mauro (Baixo), Gerisson (Guitarra), Marcelo (Guitarra/Teclado), Sérgio(Vocal) e Paulo Marx ( Bateria) a banda segue seu trabalho. Neste mesmo ano iniciam a gravação de uma nova demo, que devido a pouca experiência em estúdio além da inexistência de um estúdio de qualidade em Juiz de Fora, voltam ao Rio para uma gravação que não dá certo, não desanimando a banda. Esta foi uma época de poucos eventos no cenário nacional. Em fins de 1997, Paulo, Mauro e Sérgio deixam a banda. Entram na banda, Webster (Bateria), Gerisson assume os Vocais, Rodnei retorna no baixo e entra Felipe (Teclado). No fim de 2001 é a vez de Webster (Bateria) deixar a banda, sendo substituído por Eduardo. Em seguida Felipe (Teclado), sendo substituído por Sheila. Ainda neste ano, gravam no estúdio Nave, Teclado). Em 2001, a banda grava a música “Master of Cruelty” para a coletânea da Demise Records “The Winds of a New Millennium act III”, divulgada em mais de 23 países. Mais 2 sons “Sacred Judgement” e “Proverb of Death” que fazem parte da Demo “ Funeral” , seguindo na participação de vários eventos para a divulgação do trabalho. No início de 2004, Rodnei (Baixo) deixa a banda e entra Márcio (Manico). No meio deste ano entra Daniel para os Vocais, tendo uma rápida passagem pela banda. Para substituí-lo é convidado Yuri d'Ávila. No fim de 2004, Manico também deixa a banda. Com esta mudança, Yuri assume o Baixo e Gerisson os Vocais. No início de 2006, Rodnei retorna, desta vez às guitarras, não ficando por muito tempo, deixando a banda com a formação que se encontra hoje: Gerisson (Guitarra Vocal), Sheila (Teclado), Paulo (Bateria), Yuri (Baixo) e Marcelo (Guitarra).Para 2008, a previsão é muito trabalho, alguns sons novos e um Debut.


www.myspace.com/sepulchralmorbidmetal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apoie o Underground ! Comente o que você achou da Matéria: