Menacer: Posição de destaque nos charts do Reverbnation


Com o lançamento do single virtual “Wild Moves”, o MENACER atingiu a primeira colocação do chart de Heavy Metal brasileiro na rede social Reverbnation. A banda vem focando em uma proposta diferenciada de divulgação no Heavy Metal nacional: difundir material apenas através de mídia virtual.



Assim, após o lançamento do single através do Youtube em 15/12/2012, a banda abriu outros canais de comunicação social como o Soundcloud, Reverbnation e Comusity. A grande aceitação do público com a volta da banda aliados à ampla divulgação virtual em escala internacional e integração dessas redes sociais levou o MENACER ao topo do Reverbnation.



Um trabalho sério proposto pela banda em manter interatividade com as pessoas e trabalho em equipe com assessoria de imprensa e colaboração de muitas pessoas que curtem o som se propõem a ajudar a banda têm sido fundamentais em consolidar o público.



Agora o MENACER está focado na gravação da nova música “Dreams for Crumbs” que será lançada juntamente com um videoclipe. A música falará sobre as pessoas que trabalham em prol de empresas recebendo apenas migalhas.



A produção do videoclipe está a cargo de @will_batera, produtor de mídia e baterista da banda Bad Cookies e Tiago Mourão. O videoclipe terá cenas internas, com patrões, empregados, charutos e whisky e cenas externas com a banda tocando no meio da estrada e potentes motocicletas realizando wheeling! A previsão de lançamento do videoclipe da música “Dreams for Crumbs” é até o final do mês de fevereiro.



Links para download:



Link EP “Rise Up the Menace” (2006):  http://bit.ly/UQybHg 

Link single “Wild Moves”:  http://bit.ly/UQyaTA 



Ouça “Wild Moves” no Soundcloud:  http://bit.ly/UQzxSp 



Contatos:

Facebook: www.facebook.com/menacermetal

Twitter: www.twitter.com/menacermetal 

Youtube: www.youtube.com/menacermetal 

Reverbnation: www.reverbnation.com/menacermetal 

Assessoria e Shows: contato@wargodspress.com / menacermetal@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apoie o Underground ! Comente o que você achou da Matéria: