Voodoopriest lança seu primeiro EP


Para confirmar sua estreia na cena metal brasileira, a banda paulista Voodoopriest, do vocalista Vitor Rodrigues (ex-Torture Squad), lançou no dia 15 de fevereiro o seu primeiro EP. 

Autointitulado, o registro musical é composto por cinco faixas: “Juggernaut”, “Kamakans”, “Reborn”, “The One I Feed” e “Aftermath (Of Mass Suicide)”.  “O EP ‘Voodoopriest’ é um perfeito cartão de visitas da banda. A sonoridade está pesada e aliada à melodia, mesmo porque a banda tem duas guitarras. Quisemos aproveitar ao máximo as possibilidades que elas podem oferecer, e ainda temos a bateria e o baixo dando peso”, afirmou o vocalista Vitor Rodrigues. 

A proposta da banda é combinar elementos do thrash, death e heavy metal tradicional, com uma sonoridade moderna. “As faixas são recheadas de riffs instigantes, refrãos marcantes e doses fartas de peso equilibradas com um toque de groove. Fizemos questão de priorizar os riffs nas composições e podemos dizer que já temos músicas para um álbum inteiro”, disse. 

 O EP “Voodoopriest” foi produzido por Brendan Duffey e Adriando Daga, no Norcal Studios, em São Paulo (SP). A arte da capa é de autoria do webdesigner João Duarte.



Sobre o Voodoopriest

 Além de Vitor Rodrigues nos vocais, a banda é composta pelos guitarristas César Covero (Endrah) e Renato De Luccas (Exhortation), o baixista Bruno Pompeo (Aggression Tales) e o baterista Edu Nicolini.

O Voodoopriest foi formado por Vitor Rodrigues no final de 2012, meses após sua saída da banda Torture Squad, na qual foi integrante por 19 anos. Vitor se uniu a músicos experientes e com grande bagagem musical e, em dezembro, com o lançamento do primeiro single “Reborn”, o Voodoopriest conseguiu grande visibilidade na mídia e muito interesse e curiosidade por parte do público em geral, mostrando que tem todas as qualidades para se tornar um grande nome do metal brasileiro e internacional.






Site oficial da banda: www.voodoopriest.com.br

Facebook: Official Voodoopriest

Twitter: Voodoopriest

Fonte:Fernanda von Zuben

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apoie o Underground ! Comente o que você achou da Matéria: