SKINLEPSY: JÁ DISPONÍVEL O SEU ÁLBUM DE ESTRÉIA "CONDEMNING THE EMPTY SOULS"

Apesar de ser o debut da banda SKINLEPSY, nada aqui soa como “primeiro disco”, afinal de contas o grupo conta com alguns dos músicos mais experientes do Metal Nacional. Em seu currículo, nomes como Siegrid Ingrid, NervoChaos, Anthares, Skullkrusher, Pentacrostic e Opera. Com essa seleção brasileira não poderia ser esperado nada menor que este fantástico CONDEMNING THE EMPTY SOULS. O álbum de estreia da banda SKINLEPSY está fortemente influenciado pela velha escola do Thrash Metal mundial, mas a banda não se limita ao estilo, incorporando várias influências, das mais extremas às mais técnicas, moldando um som único, bem peculiar, que poderia ser denominado como Brutal Thrash Metal. Muito dessa peculiaridade vem do grande entrosamento e experiência dos músicos, que conseguiram mesclar uma cozinha extremamente pesada a riffs alucinantes que não param um segundo. Claro que toda esta experiência e entrosamento não seriam suficientes para transformar este álbum em um petardo se a produção não estivesse no nível das canções. Abordando temas que insistem em atormentar a mente humana, as letras tratam das insanidades que afetam diretamente o cotidiano de toda a sociedade.
Religião, preconceito, depressão, vingança, alienação e a total descrença na raça humana, são temas e sentimentos, que atrelados a riffs furiosos e a levadas violentas, conseguem criar a atmosfera perfeita para transmitir a brutalidade sonora desse álbum.
  CONDEMNING THE EMPTY SOULS, que conta com as participações especiais de Luiz Carlos Louzada (Vulcano, Hierarchical Punishment, Chemical Disaster); Fernanda Lira da banda Nervosa e Thiago Schulze da banda Divine Uncertainty, é, desde já, um marco para a banda e para o cenário metal brasileiro. Para mais informações de como adquirir uma cópia deste CD, basta entrar em contato através do e-mail: loja@shinigamirecords.com ou compre aqui.

Fonte: Shinigami Records

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apoie o Underground ! Comente o que você achou da Matéria: