MONSTRACTOR: O PESO QUE SURPREENDE ATÉ OS MAIS BRUTOS

O Monstractor, faz o gênero Thrash Metal com influências de Stoner, tem uma característica marcante que se pode notar logo nos primeiros segundos de quaisquer uma das músicas que você colocar no play: Soa mais pesado do que o som thrash que se vê por aí…não posso dizer que a palavra é simplesmente ” agressivo “. Prefiro dizer que o som é muito, mas muito pesado mesmo. E tem mais; de qualidade incontestável.  A banda nascida na cidade de Resende, no Rio de Janeiro, tem roubado grande parte da atenção dos fãs mais exigentes  do metal nos últimos meses, desde o seu início, em 2012, mesmo tendo deixado de lado, em parte,  o lado convencional do que é aceito e vendido na atualidade. E com toda a razão.
Apesar do Monstractor ter lançado uma demo virtual, “Scavenger From The Southern” ( disponibilizada online nos canais soundcloud e tramavirtual, onde o material encontra-se disponível para download) e estar trabalhando no lançamento do material físico, nos tempos de hoje isso é mais do que suficiente para alavancar no rumo aos principais nomes do gênero. Na era onde quase tudo é virtual, os singles do Monstractor pularam daqui pra ali, causando aquele impacto súbito em quem aprecia o Metal e seus subgêneros, mas principalmente, àqueles mais exigentes, cansados da mesmice que é lançada ano após ano no país; o thrash massante definitivamente não é a característica desta banda, que apesar de recém chegada, conta com músicos de alta competência, que mostram claramente pra que vieram e o que querem: Fazer um som de qualidade, com personalidade única e impactante.

http://youtu.be/PCChCSYJf2Q

Monstractor faz parte do cast de bandas da Sunset Metal Press, assessoria de imprensa especializada.

Links Relacionados:
www.soundcloud.com/monstractor
www.facebook.com/monstractor
www.youtube.com/user/monstractor
www.tramavirtual.uol.com.br/monstractor
www.sunsetmetalpress.com/monstractor

Fonte: Sunset Metal Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apoie o Underground ! Comente o que você achou da Matéria: