Hibria: Mais pesado, ousado e inteligente


Em seu quarto disco de estúdio, o grupo volta a provar seu não conformismo e vai além, muito além. Tudo que o fã do Hibria se identifica está lá: músicas velozes, virtuose, vocais perfeitos e refrãos marcantes. Mas não para por aí, tem muito mais nesse novo trabalho.
A começar pelo direcionamento das músicas, temos uma banda muito mais pesada, com riffs tanto de guitarra quanto de bateria beirando o Thrash Metal! A adição de Renato Osorio ao lado do veterano Abel Camargo se encaixou como uma luva, e a dupla desfila alguns dos melhores riffs e solos da história do Hibria.
Tal como a direção mais pesada das músicas, a cozinha seguiu a mesma pegada com Benhur Lima em seu disco mais inspirado, aliando toda sua técnica e feeling à passagens pesadíssimas. Já falar da bateria do Hibria chega a ser redundante, afinal de contas estamos diante de um dos melhores baterista da história deste país, Eduardo Baldo, que mais uma vez se superou, inclusive apresentando algumas levadas que beiram o Death Metal (confira na canção 'Silent Revenge').
Os vocais de Iuri Sanson são os melhores de sua carreira. O músico se mostrou de uma versatilidade inimaginável, percorrendo uma gama de tons e timbres que irá surpreender até o fã mais conhecedor do grupo.
Outro grande impacto será sentido com a participação do lendário vocalista brasileiro, André Meyer, da banda de Thrash Metal Distraught. O músico participa das músicas 'Silence Will Make You Suffer' e 'Silent Revenge', e traz novos ares e perspectivas para o Hibria... Surreal.

Para finalizar as surpresas do disco, 'Silent Revenge' ainda conta com a participação do pianista/tecladista Maurício Pezzi na faixa 'Deadly Vengeance', no primeiro interlúdio de piano da carreira da banda.
O quesito produção também leva o selo de qualidade do Hibria, tendo ficado nas mãos de Renato Osorio, já bem conhecido por seus trabalhos com o Magician e Scelerata, que conseguiu extrair o máximo de cada músico. A mixagem também ficou a cargo de um músico da casa: Benhur Lima (também resposável pela capa). O baixista já tinha trabalho com o Hibria mixando o DVD 'Blinded by Tokyo - Live in Japan' e novamente traz seu estilo pesadíssimo para o trabalho.
Para a masterização a banda convidou ninguém menos que o norte-americano Mike Couzzi, vencedor do Grammy de 'Engenheiro de Masterização de Áudio'.

Em suma, estamos diante do trabalho mais pesado, ousado e inteligente do Hibria, que, mais uma vez, vai marcar seu nome nos anais do Metal universal com outro grande clássico! Sem dúvidas o melhor disco da banda até aqui.
Além do novo álbum, dois videoclipes para o álbum também foram lançados: "Silence Will Make You Suffer", disponibilizado em junho e o novo, que dá nome ao álbum "Silent Revenge", lançado junto com o CD. Assista:
https://www.youtube.com/watch?v=0fdrdfZYw_o
"Silence Will Make You Suffer":
https://www.youtube.com/watch?v=8FNvoPwvWXg

No JAPÃO o disco foi lançado no dia 26 de junho e novamente chegou ao topo das vendas na Terra do Sol Nascente e ainda continua entre os mais vendidos do estilo no país.

Na EUROPA 'Silent Revenge' será lançado no dia 26 de julho e pela primeira vez o HIBRIA terá o suporte de um selo de porte no continente: AFM Records (www.afm-records.de).
Para quem quiser comprar o disco no Brasil, ele já está disponível diretamente com a banda, pela Voice Music (www.voicemusic.com.br), pela Die Hard (http://goo.gl/nr66m). Em breve estará disponível em todas as melhores lojas especializadas e grandes magazines.
Contato para shows: hibria@hibria.com

Sites relacionados:
www.hibria.com
www.facebook.com/HIBRIAOFFICIAL
www.myspace.com/hibria
www.metalmedia.com.br/hibria


Fonte: Metal Media

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apoie o Underground ! Comente o que você achou da Matéria: